Beterraba

Palavra de Chef

Descrição

Beterraba

A beterraba  é uma planta herbácea da família das Quenopodiáceas e seu nome deriva do substantivo francês betterave (sendo bette a acelga, e rave o nabo). 

É comum achar que a beterraba é uma raiz, mas na verdade é o caule, mais especificamente o colo da planta.

Rica em açucares, é usada como combustível alternativo na Europa, na produção de etanol. Mas muito mais que combustível, é um ótimo alimento, já que possui propriedades excelentes para a nutrição e proteção do organismo contra diversas doenças. 

Com baixo teor calórico, pois possui apenas 40 calorias por 100 gramas, é rica em antioxidantes e vários minerais, como Ferro, Sódio, Potássio e Magnésio. Sua cor vermelha se dá pela presença de uma substância chamada betaína, que tem grandes poderes antioxidantes. A betaína ajuda na redução da homocisteína, que pode ser prejudicial para os vasos sanguíneos e juntamente com a metionina, ajuda no bom funcionamento do fígado.

A beterraba é muito rica em vários antioxidantes, como o licopeno, que promove a oxidação dos radicais livres. Trata-se de um desintoxicante natural, que faz a pele brilhar e se manter com elasticidade, além de protege-la das radiações solares. Suas propriedades anti-infamatórias reduzem a formação de acne e espinhas e seus carotenoides auxiliam no crescimento do cabelo, a manter sua textura brilhante e na melhora da espessura do cabelo.

Os carotenoides e os flavonoides, juntamente com a grande quantidade de fibras presentes ajudam na redução de colesterol ruim (LDL), prevenindo a formação de placas nas artérias e aumentando o colesterol bom (HDL). Alem disso seu alto teor de fibras também ajuda a controlar o nível de açúcar no organismo, a melhorar a digestão e a evitar a constipação.

Possui ainda nitratos, substâncias que após sofrerem algumas transformações, promovem o relaxamento dos vasos sanguíneos, o que auxilia na redução e no controle da pressão arterial. Os Nitratos são convertidos em nitritos, que ao relaxarem os vasos sanguíneos, ajudam a melhorar a oxigenação cerebral, consequentemente ajudando a evitar a perda de memória e a demência.

A Betacianina, um outro antioxidante, ajuda a inibir da formação de células de câncer no corpo e juntamente com as Nitrosaminas, auxilia na prevenção do câncer de cólon, de pele e de mamas.

Rica em ferro e acido fólico, a sua ingestão ajuda a aumentar o nível de hemoglobina do sangue, combatendo a anemia e seus sinais, como tonturas e fadiga excessiva. Ao melhorar a anemia, gera boa circulação de oxigênio no corpo, o que ajuda contra a inquietação e insônia. 

Livre de gorduras, com baixas calorias e contendo grande quantidade de nutrientes e minerais, seus nitritos reduzem o consumo de oxigênio pelos músculos durante os exercícios, sendo um excelente aliado a dietas e à academia. 

A beterraba se conserva por até uma semana se mantida em local fresco e sombreado. Recomenda-se seu consumo crua, ralada ou em saladas. Se preferir comê-la cozida, a sugestão é cozinhá-la inteira, com a casca e com 5 cm do talo, acrescentando duas colheres de vinagre na água para que mantenha intacta sua maravilhosa cor vermelha. 

Uma conserva de beterraba deliciosa pode ser feita e deixada na geladeira. Para isso, basta cozinha-la e corta-la em fatias grossas depois de fria. Em um vidro hermético e esterilizado, coloque as fatias e cubra até a boca do pote com uma solução metade de água, metade vinagre, uma colher de chá de sal e duas de açúcar. Feche o pote e deixe na geladeira por até uma semana. Depois de 2 dias já estará deliciosa e pronta para ser consumida. 

 



Palavra de Chef
palavradechef.com.br © Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento Bitpix Imagem responsiva